29 de setembro de 2008

A folha vai com o vento

A folha vai com o vento
E junto, meu pensamento
A qualquer canto ou lugar
Lá estou eu a pensar
Se o vento pode chegar
Aos pontos mais infinitos
Tão longe meu pensamento
Pode estar nesse momento
Sou folha ao vento que vai
Sem destino, sem parada
Só sei que o vento me leva
Ao destino que me espera
Ao caminho que me guia
À luz do meu sucesso

23 de setembro de 2008

Saiba esperar

Bom dia, vida
Bom dia, sol
Se está frio
É para que não nos esqueçamos
Que existe o calor
Tenha paciência
Aproveite o que o frio tem de bom
Aproveite a vida nos momentos difíceis
O calor chegará
Os bons tempos sempre voltarão

17 de setembro de 2008

11 de setembro de 2008

Espelho que vê

Espelho que vê, reflete a luz
Reflete a imagem inversa
De tudo
De todos
Não tem memória
Não guarda lembranças
Apenas reflete
Não tem sentimento
Mas traz vida dentro de si
A vida sem vida
A luz sem luz
É forte, é frágil, não pode quebrar
Pois tudo que viu, de tudo, de todos
Jamais voltará a luz refletir
Pequenos espelhos, pequenos pedaços
Diversas imagens, novas visões
Assim passarão, o mundo enxergar
Uma realidade, várias visões