3 de julho de 2008

Esperança

Olhar distante, olhar sem rumo
Despedaçado o seu destino
Há muito tempo abandonado
Sem esperança de vida
Vida que foi um dia
Cheia de sonhos e fantasias
Um ser humano que vivia
Com dignidade e orgulho
Hoje sofre e não sonha
Vive, mas não tem vida
Mas lá no fundo de sua alma
Bem trancado, no fundo da gaveta
Existe vida, existe esperança
Como alcançar o segredo?
Na verdade, não existe chave, gaveta ou segredo...
É só atravessar a ponte da humildade e estender a mão...

3 comentários:

Anônimo disse...

Adorei o texto. Lembrei tanto de uma pessoa tão proxima.
Beijos.
Márcia

PÉ DE PITANGA disse...

Sabe que eu tb, Marcia?
Bjs

Anônimo disse...

O pior é que eu tb.
Uma pessoa tão próxima, que infelizmente não podemos ajudar, pois não é fácil atravessar a ponte da humildade.....