30 de novembro de 2009

Coração de luz

Na esperança de multiplicar a luz, tirei um pedacinho do sol e transformei em bilhões de sementes.
Plantei em cada coração, cuidando para que a pequenina e brilhante fonte não morresse.
Todos os dias cultivei cada terreno, adubando com muito carinho.
Os pequeninos sóis iam crescendo e já podia ver-se de longe, um grandioso brilho.
Alguns desses cintilantes pontos de luz não cresceram. São corações que não conseguiram alimentar as pequenas sementes, pois faltava um ingrediente essencial: amor.
Mas a grande imensidão de luzes ia crescendo a cada dia.
E pouco a pouco foram se juntando. Um único sol se formava, então.
E aquele grande astro que deu origem às pequenas sementes de luz, já fazia parte de um grande
universo iluminado por imponentes estrelas, cultivadas nos corações dos homens na Terra.
Somente com a união de todas as luzes é que perceberam o mais importante: a consciência de que somente juntos, puderam transformar o mundo em um único coração de luz.

6 comentários:

Anônimo disse...

Tenha a certeza de que você multiplicou o seu ponto de LUZ como muito amor.

com admiração

Profa. Zezê

Anônimo disse...

A profa. Zezê tem razão, você é um ser de LUZ aqui neste planeta, somente quem convive com você sabe o quanto você é ILUMINADO!! sempre respeitando os defeitos e exaltando as qualidade, desejando somente o bem!!! por onde você passa semea o AMOR,LUZ...
bjs.
Márcia

Anônimo disse...

Adoro a sua sensibildiade!!
Curto também as imagens que você seleciona para os seus textos.

Ivete

Anônimo disse...

Agradeço por você multiplicar a sua LUZ com todos que acompanham o seu blog.

valeuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Henrique

Anônimo disse...

Querido Pedro,

A sua multiplicação de LUZ está dando resultado!!!

abraços

Ludmila

ZAZÁ LEE disse...

Rapaz!
Há um tempão eu não venho aqui!
Qua falta de considerção... mas tb, o meu blog tá "largadinho'.