27 de setembro de 2010

Meu universo

 
A cada dia, nasce uma estrela em meu céu
Como se fosse uma constelação de pensamentos e experiências
As alegrias conquistadas e dificuldades superadas
São pontos de luz na imensidão do meu ser
As alegrias, estrelas que nascem e brilham
As dificuldades, estrelas que se apagam e não voltam
Quando nasce o dia, o brilho do sol oculta meu interior
Quando cai a noite, posso ver a luz de minha alma
Cada constelação, cada ponto de luz no infinito
Somente eu sei o valor de cada uma de minhas estrelas
Que em mim habitam e a todos iluminam
Esse é o meu universo
Que enriquece e dirige minha vida
E faz de mim um ser iluminado por Deus

11 comentários:

Anônimo disse...

Me surpreendo com suas mensagens...
Agradeço por você ter o dom da escrita e com isso, o poder de impressionar as pessoas e emocilona-las.

Parabéns!

Carlos

Anônimo disse...

Mais uma vez você me surpreendeu!!


bjs.


Marlene

Anônimo disse...

Show! Adorei, é isso mesmo adorei!!

valeuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu


Henrique

Anônimo disse...

Cada dia que passa e leio seus textos mais eu acordo para vida, acho que hoje esse pequeno texto foi para mim!!! Muito bom.


beijos

Márcia

Anônimo disse...

Gostei das palavras muito bacana.


Ivete

Anônimo disse...

Tenho lido suas mensagens diariamente e como tem sido bom, pois parece que elas foram feitas pra mim.Tem coisas nessa vida que não são para serem vivdas, somente para sentidas.

obrigada.

Sueli

Rolando disse...

ola. muito legal sua menssagem. apareça lá abraços.

Anônimo disse...

Pedro, gostaria de dizer que admiro muito vc., suas palavras tem o dom da reflexão... vc. é um ser de luz que irradia luz pra todos nós através de suas palavras.

Gustavo

Anônimo disse...

Eu adorei é muito edificante para mim. Você é uma benção de DEUS.



Giselle

Anônimo disse...

Parabéns Pedro, pelo dom da palavra. Que Deus ajude-o que cada vez mais possa levar suas palavras a quem está precisando.
Muita sorte pra você.

Um forte abraço pra ti.

Théo

Anônimo disse...

Como sempre o Pedro é iluminado!!! Ele escreve com a alma.


Adriana