23 de outubro de 2008

Recados da vida

Quando menos se imagina, a vida nos mostra exemplos de luta e perseverança.
Onde menos se espera, surge o improvável. A lógica nem sempre prevalece.
Cada momento é único. Basta estarmos atentos.
Por que uma plantinha tão pequena, que venceu as barreiras do concreto, que resistiu à chuva, ao sol, nos dá esse presente e essa lição de vida?
Pois bem, essa planta nasceu no meu quintal.
Talvez seu tempo de vida seja curto, talvez se transplantá-la para um vaso possa viver mais... Isso não importa. O importante é que ela deixou seu recado.
Que cada um tire suas lições.

3 comentários:

Anônimo disse...

Sinais da vida.. muitas vezes não percebemos. Podemos chama-la de guerreira.. assim como chamo você!!! guerreiro!!!
Beijos.
Márcia

Vamos em frete... a vida esta cheia de barreiras e concreto...

PÉ DE PITANGA disse...

PEDRO, esse seu post me lembrou o meu poema "Pé de Pitanga"que deu nome ao meu blog. Neste poema eu digo: Um pé de pitanga nasceu aqui ao lado, impossivel pitanga em chão de cimento...."Exatamente isso que vc escreveu, só que em versos...
Gostei!Parabens

ZAZÁ LEE disse...

Pedro
Aqui no meu quintal da oficina, também aconteceu isto. Um chão quente de cimento abrigou um pé de " camarão", não sei se vc conhece esta flor.
Encheu-se de cachos cor de laranja um pequeno galhinho... veja só.
Mas o meu jardineiro colocou veneno nela.....ordem do meu marido, para que a pequena e promissora árvore não fizesse um estrago, como realmente faria, pois nasceu, onde não poderia sobreviver.
Será que agimos certo ? Tire sua própria lição.