8 de outubro de 2008

Um velho e novo dia

Nas coisas simples da vida
Sempre se pode aprender
Mesmo que sejam breves
Mesmo que sejam simples
Fazer café de manhã
Ferver a água, por o pó
Açúcar ou adoçante
Cada um faz do seu jeito
Cada vez é diferente
Mas sempre se torna igual
Como pode ser igual
Se cada dia é novo?
Aprender é preciso
O igual é diferente
Depende muito da gente
Criar o novo
Reciclar o que se sabe
Reinventar o óbvio
Hoje é um novo dia
Amanhã também



5 comentários:

Anônimo disse...

Que fofo!!!
Beijos.
Márcia

PÉ DE PITANGA disse...

Que fofo!!!
Beijos.
Ceci

Anônimo disse...

Eta menino especial.... você é de mais!!!!!
Bj.
Márcia

ZAZÁ LEE disse...

Olá

ZAZÁ LEE disse...

Um rolo aqui em casa