25 de julho de 2011

Vida preciosa



Viver o momento presente, esse é o segredo. Os dias passam e as pessoas vivem de maneira a lamentar o que se passou ou a buscar o que há por vir.
E dessa forma, a gente se esquece que não adianta buscar no passado aquilo que poderíamos ter acertado; ou também pensar que o futuro possa trazer-nos as experiências devidamente corrigidas.
Somos seres humanos, cada um com suas virtudes e defeitos. Tudo o que fazemos, reflete-se primeiramente em nosa vida, e fará com que isso possa refletir em nosso futuro. O amanhã chegará e o que fizemos passará a fazer parte do passado; portanto, imutável.
Cada momento é único e precioso. A vida não tem retornos ou borracha para apagar o que fizemos, é uma linha contínua.
A todo momento existem sinais indicando o melhor caminho a ser seguido; e com isso, constantemente aprendemos com as experiências vividas. Mas sempre é hora de tomar o caminho do sucesso.
Se a vida não tem caminho de volta, o melhor é colocar em prática o que aprendemos. Os erros e as quedas servem para ensinar-nos que o melhor está por vir. Não existe sucesso absoluto, estamos sempre buscando algo a conquistar. Nunca paramos de aprender.
Quantas e quantas pessoas dariam tudo para ter de volta aquele momento de alegria ou de glória. Mas naquele instante passado, um gesto, uma atitude melhor pensada poderia ter evitado tal perda.
E para isso, tiveram oportunidade; mas o tempo não perdoa, avança e nunca para. Nossa missão é viver; viver intensamente, viver com alegria.
Agradeça por tudo, preste atenção em cada detalhe, agradeça pelos acertos e principalmente pelos erros. Pois é neles que você irá perceber que a vida é muito mais preciosa do que parece.
O único que pode mudar a sua vida não é Deus, nenhum Santo e nenhuma pessoa no mundo, é você mesmo. Viva!

3 comentários:

Anônimo disse...

Como de praxe uma linda mensagem.



Junior

Um brasileiro disse...

ola. tudo blz? estive por aqui. muito legal. apareça por la. abraços.

Lucas [FoCa] disse...

De palavras simples, mas um ótimo raciocínio e com um excelente final. Parabéns pelo texto!